Vem pra H+ Co! ;) Uma diária é por nossa conta.
contato@agamais.com.br ou (21) 2512-0060.

NOVIDADE! Expandimos o coworking,
temos mais estações de trabalho e novas salas privativas.

Conheça nossos diferenciais

Conveniência

Temos uma infraestrutura completa, com salas de reunião equipadas e espaços para eventos e cursos. Além de tecnologia de última geração, localização privilegiada, facilidades de acesso e serviços extras (cobrados à parte), para maior comodidade dos nossos residentes.

Saiba mais

Salas Privativas

Além das estações de trabalho, a H+ Co oferece salas privativas. Elas podem ser utilizadas por empresas que desejam um espaço mais reservado ou até mesmo para a realização de treinamentos, workshops, reuniões, cursos, eventos, entre outros.

Fazemos planos personalizados, de acordo com a necessidade de cada coworker.

Fale Conosco

Valores Flexíveis

Temos vários valores de pacotes, que você pode conferir aqui no site. Estações fixas em que você escolhe um cantinho e ele será só seu, estações móveis, salas privativas, diárias e valores para uso das salas de reunião.

Encorajamos você a vir aqui conversar com a gente. Assim podemos pensar em soluções customizadas para o seu caso específico.

 

Nossos preços

Estrutura

  • Espaço clean
  • Salas de reunião com TV LED HD com ChromeCast
  • Atendimento telefônico
  • Secretariado
  • Endereço empresarial
  • Espaço para palestras workshops e cursos
  • Espaço para lanches
  • Banheiro com chuveiro

Tecnologia

  • Serviços de impressão*, xerox* e scanner
  • Internet alta velocidade  personalizado
  • Telefones IP com URA, Voice Mail e DDR.

Facilidades

  • Próximo ao Metrô Largo do Machado
  • Estação Rio Bike Largo do Machado
  • Bicicletário no prédio
  • Estacionamentos próximos
  • Café e água à vontade

Serviços

  • Serviços de contabilidade
  • Designer
  • Serviços de correios e Motoboys


Onde fica?

Rua Barão do Flamengo, 32
4º andar
Tel: + 55 21 2512.0060

Horários de funcionamento

De segunda a sexta 8 -19hs

Outros horários, incluindo finais de semana sob consulta

  A 5 min da estação de Metrô

H+ Coworking - Mapa de Lozalização

Confira nossos planos

São 28 estações de trabalho com salas de reunião, copa e muito mais

Estações Fixas

R$ 650/mês

Utilizar o coworking de seg a sex, das 8h às 19h.
Direito a 10hs em utilização de sala de reunião.
A opção fixa pode deixar o equipamento (CPU, monitor, etc.) na estação de trabalho. (A estação é fixa)
+ Endereço comercial.

Quero este plano

Estações Flexíveis

R$ 550/mês

Utilizar o coworking de seg a sex, das 8h às 19h.

Direito a 8h em utilização de sala de reunião, dentro do horário do plano
+ Endereço Comercial

Quero este plano

Diária

R$ 60

Utilizar o coworking de seg a sex, das 8h às 19h

Quero este plano

Sala de Reunião ”+” e “Conect”

R$ 50

Com capacidades para 10 e 8 pessoas.

Quero este plano

Eventos

  • Existe stalker do bem?

    ‘You’ é a série mais bombada do momento. Se você ainda não viu, não precisa parar de ler por medo de spoilers. A nova produção distribuída pela Netflix conta a história de Joe, gerente de uma livraria em Nova York, que se apaixona por uma de suas clientes, Beck, uma jovem mestranda que sonha em ser escritora. Para conquistar o amor dela, Joe começa a vigiar todos os seus passos, não só no universo online, mas também na vida real.

    Stalker é uma palavra inglesa que significa “perseguidor”. É aplicada a alguém que importuna, de forma insistente e obsessiva, uma outra pessoa. A perseguição persistente pode levar a ataques e agressões. Stalkear se tornou um verbo contemporâneo, em uma adaptação do inglês, para algo que já existe há muito tempo, mesmo que sob outros contornos. Foucault falava sobre a teoria do Panóptico em uma sociedade disciplinar (segundo o filósofo, os membros dessa organização de pessoas seriam controlados através da vigilância permanente de seus atos). George Orwell mostrava a vida controlada pelo Grande Irmão em ‘1984’ (muito antes do Big Brother invadir as telas das nossas TVs).

    Quem já administrou páginas de marcas em alguma plataforma, independente de qual seja, sabe que esse tipo de hábito é comum também para as empresas. Há sempre alguém para aplaudir todas ações e também, claro, para criticar. Mas como transformar esse fã em um propagador potencial? Se ele está ligado em tudo o que a empresa faz, como trazê-lo ainda mais para perto? É possível existir um stalker do bem?

    A tecnologia mudou não só a comunicação, mas a forma como nos relacionamos como sociedade. E as marcas também fazem parte desse cenário. A vida passou a se estender além do real, e o virtual agora ocupa um espaço importante no dia a dia de todos nós.

    No último domingo, dia 3, o The Guardian publicou uma matéria em que discute o modelo de influenciador criado pelas mídias sociais. Já se fala bastante no poder dos microinfluenciadores, em uma relação que valorizaria mais o engajamento e a proximidade com o público alvo.

    Mas e se o novo influenciador for aquele que realmente tem paixão pela empresa, conhece todo o seu histórico, para o bem e mal, e é capaz de opinar com conhecimento de marca sobre as ações implementadas?

    O tempo vai nos mostrar qual caminho ainda vamos percorrer com a comunicação. Mas uma coisa é certa: o perfil de Joe Goldberg deve se multiplicar, e muito, por aí nos próximos anos.

    Por Daniel Bittencourt